142 - Trombose Arterial e Venosa Flashcards Preview

H01 > 142 - Trombose Arterial e Venosa > Flashcards

Flashcards in 142 - Trombose Arterial e Venosa Deck (47):
1

Quais os factores de risco em comum na trombose venosa e na trombose arterial?

1. Idade
2. Obesidade
3. Tabagismo
4. DM
5. HTA
6. Hiperlipidemia
7. Sind. Metabólica
8. Variações no gene da glutationa peroxidase

2

Qual o efeito que o factor V de Leiden e a mutação protrombina G20210 têm na trombose venosa e arterial?

São factores de risco para doença tromboembólica (DVT, embolia pulmonar e outros fenómenos tromboembólicos), MAS bem menos definido para doença vascular arterial.

3

Qual a sobrevida média das plaquetas?

7 a 10 dias.

4

Quais os 2 tipos principais de grânulos das plaquetas?

Grânulos alfa (inflamatórios) e grânulos densos (agregação e mais pequenos e menos abundantes).

5

Na adesão plaquetar, a lesão do vaso expõe que componentes subendoteliais, responsáveis por activar a reactividade plaquetar?

FVW, colagénio, fibronectina e proteínas de adesão (vitronectina, tromboespondina).

6

Qual é o regulador primário da formação plaquetária?

Trombopoietina (TPO).

7

V ou F. Os derivados da tienopiridina, clopidogrel e prasugrel, são inibidores da agregação plaquetária induzida pelo ATP.

Falso. ADP.

8

V ou F. A principal integrina, GPIIb-IIIa, é expressa unicamente nas plaquetas.

Verdadeiro.

9

V ou F. No contexto de infeções respiratórias superiores, há maior risco de EAM e eventos trombóticos.

Verdadeiro.

10

No contexto de inflamação, as plaquetas ligam-se aos receptores leucocitários (PSGL-1) através de que via?

Via da Selectiva-P (CD62P), expressa na superfície das plaquetas.

11

A que níveis têm sido definidos os determinantes genéticos dependentes das plaquetas?

1. Efeito do fármaco.
2. Adesão ao fármaco.
3. Metabolismo do fármaco.

12

Que factores ANTITROMBÓTICOS regulam a coagulação?

1. Antitrombina
2. Inibidores da via do factor tecidual (TFPI)
3. Co-factor II da heparina
4. Proteínas C/S.

13

Qual é uma das anomalias PRÓ-TROMBÓTICAS + frequentemente documentadas no Síndrome Metabólico?

Aumento dos níveis plasmáticos de PAI-1.

14

Na ausência de doença, a hemostase fisiológica reflecte uma delicada interacção entre factores que promovem e inibem a coagulação sanguinea, favorecendo este ultimo. V/F?

Falso
Favorecendo o primeiro (coagulação) wtf

15

Os processos que desencadeiam a trombose e perpetuam o trombo podem ser distintos e variar em diferentes cenários clinicos e geneticos. V/F?

V

16

Os grânulos das plaquetas são sintetizados nos megacariócitos antes da trombopoiese. V/F?

V

17

Os granulos alfa são importantes para a resposta inflamatória enquanto os granulos densos influenciam a agregação plaquetária V/F?

V

18

Os granulos densos plaquetários são mais pequenos e mais abundantes que os granulos alfa. V/F?

Falso
Mais pequenos e MENOS abundantes

19

O complexo Gp Ib-IX-V liga-se ao FvW exposto, sendo fundamental para a adesão e iniciação da activação das plaquetas. V/F?

V

20

O complexo Gp- Ib-IX-V ligado ao FvW promove uma mudança de conformação dependente do K+ no receptor Gp IIb/IIIa que passa de um estado inactivo a um estado activo de alta afinidade. V/F?

Falso
dependente de Calcio

21

A estimulação de receptores não trombóticos resulta na adesão ou interacção plaquetária com outras células vasculares, incluindo cels endoteliais, neutrofilos e cels mononucleares. V/F?

V

22

Os receptores para a ______ são os receptores major transmembranares

Trombina - PAR1

23

O PAR2 não é activado pela trombina. V/F?

V

24

A activação dos receptores _______ e ______ são essenciais para a agregação plaquetária induzida pelo ADP

P2Y12 e P2Y1

25

A Gp IIb/IIIa é apenas expressa nas plaquetas. V/F?

V

26

A P-selectina induz a expressão do factor tecidual nos monócitos, promovendo a formação de fibrina. V/F?

V

27

O CD40 e CD40L são contribuidores importantes para o processo inflamatório, levando a trombose e aterosclerose. V/F?

V
CD40L é rapidamente translocado para a superficie apos estimulação

28

As plaquetas contribuem para a fisiopatologia e alta mortalidade da sepsis. V/F?

V

29

O aumento da actividade plaquetária foi especificamente associado ao alelo CYP3A4. V/F?

Falso
CYP2C19*2

30

Os polimorfismos da CYP2C19 com perda de função são a variável individual mais importante afectando a farmacocinética e resposta plaquetária ao clopidogrel. V/F?

V
Mas só explica 5 a 12% variabilidade ao clopidogrel

31

As variáveis genéticas parecem influenciar os outcomes clinicos relacionados com o prasugrel e ticagrelor. V/F?

Falso
Não parecem interferir

32

Quais os preditores independentes de recidiva de trombose venosa?

- Paresia aguda do membro
- Idade
- Neoplasia maligna
- Obesidade
PINO (tudo coisas que não dão para fazer o pino)

33

Os factores de risco para trombose venosa estão principalmente relacionados com hipercoaguabilidade ou devido a imobilização ou estase venosa. V/F?

V

34

Estima-se que 5 a 8% da população dos EUA tenham factor de risco genético que predispoe a trombose venosa. V/F?

V

35

As causas menos comuns de trombose venosa são devido a variante genéticas. V/F?

V

36

Quais as alterações genéticas que aumentam significativamente o risco de trombose venosa?

- Deficiência de antitrombina (heterozigotia)
- Mutação factor V Leiden (homozigotia)

37

As deficiências heterozigóticas de proteina C e S estão associadas a um risco moderado de hemorragia. V/F?

Falso
de trombose

38

Polimorfismos da MTHF redutase e a hiperhomocisteinemia são factores independentes para trombose arterial assim como doença vascular arterial. V/F?

Falso
Trombose VENOSA

39

A proteina C activada é anticoagulante devido à sua capacidade de degradação proteolítica do factor ____

factor Va

40

Em que cromossoma se localiza o factor V?

Cromossoma 1

41

Niveis elevados de tPA e PAI-1 foram associados a diminuição da actividade fibrinolitica e aumento do risco de doença trombótica arterial. V/F?

V

42

Uma das anomalias pró-trombóticas mais frequentes na síndrome metabólica é a ________

Elevação dos níveis de PAI-1

43

Variações o gene da glutationa peroxidase foram associados a doença trombo-oclusiva arterial e venosa. V/F?

V

44

O factor V de Leiden e a mutação G20210A da protrombina são factores de risco bem estabelecidos para a trombose arterial. V/F?

Falso
Factores de risco para TVP, EP e TEV mas a contribuição para trombose arterial é menos bem definida

45

A proteina C Cliva Co-factores V e VIII e Proteina S cataliza (Speed).

Verdadeiro

46

No doente sem neoplasia o preditor + importante de recorrência de TEV é o evento ser...

IDIOPÁTICO

47

Existe uma fraca correlação entre a propensão para desenvolver trombose venosa vs trombose arterial?

Verdadeiro