267 - Exame físico do sistema cardiovascular Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 267 - Exame físico do sistema cardiovascular > Flashcards

Flashcards in 267 - Exame físico do sistema cardiovascular Deck (226)
Loading flashcards...
31

Em alguns doentes com doença cardíaca congénita, a parede torácica parece ser ______________ (simétrica/assimétrica), com deslocamento ____________ (anterior/posterior) do hemitórax esquerdo.

Em alguns doentes com doença cardíaca congénita, a parede torácica parece ser ASSIMÉTRICA, com deslocamento ANTERIOR do hemitórax esquerdo.

32

Em que região abdominal se encontra o impulso apical em alguns doentes com doença pulmonar obstrutiva?

No epigastro

33

Como se encontra frequentemente o fígado do doente com IC crónica?

Doloroso e de dimensões aumentadas

34

Pulsações sistólicas no fígado significa insuficiência pulmonar grave. V ou F?

Falso.

Insuficiência tricúspide grave

35

A esplenomegália pode ser uma característica da endocardite infecciosa, particularmente quando os sintomas persistem durante quanto tempo?

Semanas a meses

36

A ascite é um achado não específico, mas pode estar presente nos doentes com...

- Insuficiência cardíaca direita crónica avançada
- Pericardite constritiva
- Cirrose hepática
- Malignidade intraperitoneal

37

A presença de uma pressão venosa jugular elevada implica uma etiologia _________.

Cardiovascular.

38

V ou F

A sensibilidade da palpação para a detecção de um aneurisma da aorta abdominal (massa pulsátil e expansível) diminui com o aumento da massa corporal

V

39

V/F. Um sopro arterial sobre o abdómen sugere doença aterosclerótica ligeira.

Sugere doença aterosclerótica de alto grau, embora a sua localização precisa seja difícil

40

O hipocratismo digital implica a presença de que condição?

Shunting direito-esquerdo central, embora também tenha sido descrito em doentes com endocardite

41

Em que é que consistem as lesões de Janeway?

Lesões hemorrágicas ligeiramente elevadas, indolores, na palma das mãos e plantas dos pés

42

Em que é que consistem os nódulos de Osler?

Nódulos elevados e dolorosos na polpa dos dedos das mãos ou pés

43

Em que é que consistem as hemorragias sub-ungueais?

São petéquias lineares na região média da unha. Distinguem-se das petéquias traumáticas, mais comuns e geralmente mais próximas do bordo distal da unha

44

A insuficiência venosa é sugerida pela presença de que achados?

- Varicosidades
- Úlceras venosas
- Coloração acastanhada da deposição de hemosiderina

45

O edema das extremidades inferiores ou edema pré-sagrado no contexto de uma pressão venosa jugular elevada pode ser uma característica de que patologias?

ICC e pericardite constritiva

46

O edema das extremidades inferiores na ausência de pressão venosa jugular elevada pode ser devido a...

- Obstrução à drenagem venosa e linfática
- Insuficiência venosa (+ comum)
- Utilização de Dihidropiridinas

47

V ou F

O sinal de Homan (dor na barriga da perna durante a dorsiflexão do pé contra resistência) é sensível e específico para o diagnóstico de TVP

F

O sinal de Homan (dor na barriga da perna durante a dorsiflexão do pé contra resistência) não é NEM SENSÍVEL NEM ESPECÍFICO para o diagnóstico de TVP

48

A atrofia muscular e a ausência de pelos ao longo da extremidade é consistente com...

Insuficiência arterial grave ou uma doença neuromuscular primária

49

Qual é o exame mais importante à cabeceira para estimar o status do volume do doente?

É a PVJ

50

Qual é a veia jugular preferida para realizar a avaliação da PVJ? Porquê?

É a veia jugular interna, porque a veia jugular externa é valvulada e não está directamente em linha com a veia cava superior e aurícula direita

51

V ou F

A estimativa precisa da pressão venosa central ou da aurícula direita à cabeceira através do pulso venoso jugular tem sido difícil

V

52

V ou F

Uma distância > 3,5 cm numa elevação de 30° é considerada uma PVJ anormal

F

Uma distância > 4,5 cm numa elevação de 30° é considerada uma PVJ anormal

53

A utilização do ângulo esternal como referência leva a uma sistemática _________________ da PVJ

A utilização do ângulo esternal como referência leva a uma sistemática SUBESTIMAÇÃO da PVJ

54

V ou F

Pulsações venosas acima da clavícula na posição sentada são anormais, já que a distância entre a AD e a clavícula é de pelo menos 10 cm

V

55

V ou F

O pulso carotídeo não desaparece facilmente com a palpação

V

56

Nos doentes em ritmo sinusal, o pulso venoso é tipicamente ____________ (monofásico/bifásico), enquanto o impulso carotídeo ascendente é _____________ (monofásico/bifásico)

Nos doentes em ritmo sinusal, o pulso venoso é tipicamente BIFÁSICO, enquanto o impulso carotídeo ascendente é MONOFÁSICO

57

O PVJ deve mudar com alterações da postura e inspiração. V ou F?

Verdadeiro.

58

O que refelte a onda a do PVJ?

Contracção pré-sistólica da aurícula direita.

Ocorre logo após a onda P do ECG e precede o primeiro som cardíaco

59

Causas de onda a proeminente?

Diminuição da compliance ventricular direita

60

Em que situações pode ser vista uma onda a em canhão?

- Dissociação aurículo-ventricular
- Contracção auricular direita contra uma válvula tricúspide fechada