277 - Arritmias Ventriculares Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 277 - Arritmias Ventriculares > Flashcards

Flashcards in 277 - Arritmias Ventriculares Deck (214)
Loading flashcards...
1

As arritmias ventriculares originam-se no miocárdio ventricular ou no sistema de His-Purkinje, e incluem:

- Extra-sístoles ventriculares
- Taquicardias ventriculares que podem ser sustentadas ou não sustentadas
- Fibrilhação ventricular.

2

De que formas podem surgir as arritmias ventriculares?

Podem surgir de um foco miocárdico ou de células Purkinje capazes de automaticidade anormal, actividade deflagrada, ou reentrada através de áreas disfuncionais do sistema de Purkinje

3

As arritmias ventriculares estão _____________________ (raramente/ frequentemente) associadas com doença estrutural cardíaca e são uma causa importante de _______ ________

As arritmias ventriculares estão FREQUENTEMENTE associadas com doença estrutural cardíaca e são uma causa importante de MORTE SÚBITA

4

V ou F

As arritmias ventriculares nunca ocorrem em corações estruturalmente normais

F

Também podem acontecer em corações estruturalmente normais, sendo neste caso geralmente benignas.

5

Como são os complexos QRS na TV?

O complexo QRS durante as arritmias ventriculares será largo, tipicamente >0.12 seg

6

Qual é a diferença entre extra sístoles ventriculares unifocais e multifocais?

Unifocais: Batimentos ventriculares prematuros que se originam do mesmo foco (têm a mesma morfologia de QRS).

Multifocais: Batimentos ventriculares prematuros que se originam de focos diferentes (terão morfologia de QRS diferente).

7

Definição de TV

três ou mais batimentos consecutivos a uma freq. >100/min

8

Uma TV que termina espontaneamente no espaço de 30 S é sustentada. V ou F?

Falso. É não sustentada

Caso dure mais de 30 segundos é sustentada

9

O que implica uma taquicardia ventricular monomórfica?

Que o complexo QRS seja igual de batimento a batimento, o que indica que provavelmente cada batimento tem o mesmo foco de origem

10

V ou F

A morfologia do QRS das extra-sístoles ventriculares e da TV monomórfica fornece uma indicação do local de origem dentro do ventrículo

V

11

Em que é que consiste o flutter ventricular?

Taquicardia ventricular monomórfica muito rápida com aparência sinusoidal

12

Etiologia da taquicardia ventricular sinusoidal lenta

Hipercalemia
Fármacos bloqueadores dos canais de sódio (flecainida, propafenona ou antidepressivos tricíclicos)
Isquemia miocárdica global grave

13

V ou F

Taquicardia ventricular polimórfica que ocorre em contexto de prolongamento QT congénito ou adquirido frequentemente tem uma amplitude de QRS crescente e decrescente

V

Este aspecto é referido como Torsade de Pointes

14

V ou F

Na Fibrilhação ventricular é possível distinguir e identificar complexos QRS individualizados

F

Na FV temos activação irregular contínua SEM QRS INDIVIDUALIZÁVEL

15

Síncope associada a arritmia ventricular frequentemente indica que existe um risco significativo de paragem cardíaca ou morte súbita com a recorrência da arritmia. V ou F?

V

16

V ou F

O ECG de 12 derivações frequentemente fornece pistas sobre o potencial local de origem e presença possível de doença cardíaca

V

17

Doentes com arritmias idiopáticas benignas geralmente tem um ECG _________ (normal/anormal) durante o ritmo sinusal

Doentes com arritmias idiopáticas benignas geralmente tem um ECG NORMAL durante o ritmo sinusal

18

A RMN cardíaca de realce tardio com gadolínio pode detectar áreas de __________ ventricular.

áreas de cicatrização ventricular

Estas cicatrizes geralmente estão presentes em indivíduos em risco de TV monomórfica.

19

Qual é o mecanismo por detrás das ESV?

Automaticidade anormal ou reentrada

20

As ESV podem ser um sinal de que situações?

- Aumento do Tónus Simpático
- Isquemia Miocárdica
- Hipóxia
- Distúrbios Hidroelectrol. (HipoK+)
- Doença Cardíaca Subjacente

21

V ou F

Durante a isquemia miocárdica ou em associação com outra doença cardíaca, as ES’s podem ser um precursor da Taquicardia ventricular sustentada ou fibrilhação ventricular.

V

22

Em doentes com patologia cardíaca, uma maior frequência de ectopia e ES’s com maior complexidade (couplets e TV não sustentada) estão associados com doença mais grave e aumento de mortalidade naqueles com _____.

insuficiência cardíaca

A supressão destas arritmias com fármacos antiarrítmicos não melhora a sobrevida

23

V ou F

Mesmo na ausência de doença cardíaca, as ES’s e TV não sustentada geralmente têm um prognóstico maligno

F

Na ausência de doença cardíaca, as ES’s e TV não sustentada geralmente têm um prognóstico BENIGNO

24

V ou F

A morfologia do QRS, isoladamente, é fiável como indicador de doença ou risco subjacente.

F

A morfologia do QRS, isoladamente, não é fiável como indicador de doença ou risco subjacente.

25

A origem mais frequente de arritmias ventriculares idiopáticas é em que região do coração?

Tracto de saída do VD

26

A taquicardia ventricular não sustentada é geralmente monomórfica com uma frequência inferior a _____/min e tipicamente dura menos de __ batimentos

A taquicardia ventricular não sustentada é geralmente monomórfica com uma frequência inferior a 200/min e tipicamente dura menos de 8 batimentos

27

Durante e logo após o EAM, ES’s e TV não sustentada são __________ (comuns/incomuns), e podem ser uma manifestação ___________ (precoce/tardia) de isquemia e preceder uma FV subsequente.

Durante e logo após o EAM, ES’s e TV não sustentada são COMUNS, e podem ser uma manifestação PRECOCE de isquemia e preceder uma FV subsequente.

O tratamento com beta bloqueadores e correcção da HipoK e HipoMg reduz o risco de fibrilhação ventricular

28

V ou F

A administração por rotina de antiarrítmicos como a lidocaína tem demonstrado reduzir a mortalidade e suprimir as ESV e TV não sustentadas após SCA

F

A administração por rotina de antiarrítmicos como a lidocaína NÃO tem demonstrado reduzir a mortalidade e NÃO ESTÁS INDICADA para a supressão das ESV e TV não sustentadas após SCA

29

Após a recuperação do EAM, a presença de ES’s com couplets e TV não sustentada são marcadores da ___________ da função ventricular e _________ (aumento/diminuição) da mortalidade, mas tratamento com fármacos antiarrítmicos de rotina para suprimir estas arritmias ________ (não está/está) recomendado

Após a recuperação do EAM, a presença de ES’s com couplets e TV não sustentada são marcadores da DEPRESSÃO da função ventricular e AUMENTO da mortalidade, mas tratamento com fármacos antiarrítmicos de rotina para suprimir estas arritmias NÃO ESTÁ recomendado

30

V ou F

Tratamento com fleicainida na recuperação do EAM está associada a mortalidade diminuída.

F. Mortalidade aumentada