268 - Electrocardiografia Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 268 - Electrocardiografia > Flashcards

Flashcards in 268 - Electrocardiografia Deck (102)
Loading flashcards...
1

F ou V. O intervalo QT é directamente proporcional à frequência cardíaca.

Falso. É inversamente proporcional, e inclui os tempos de despolarização e repolarização ventricular.

2

Qual a única derivação em que a onda P sinusal é negativa?

aVR.

3

Em pessoas sem cardiopatia estrutural, qual o tipo de bloqueio mais comum?

Bloqueio de Ramo Direito.

4

Em que sentido é que as ondas de despolarização se propagam no miocárdio?

Da porção endocárdica para a porção epicárdica

A repolarização ocorre no sentido inverso

5

Em que é que consiste o ponto J?

Junção entre o final do complexo QRS e o início do segmento ST

6

A repolarização auricular (STa e Ta) tem geralmente uma amplitude demasiado baixa para ser detectada, mas pode tornar-se aparente em condições como pericardite aguda e enfarte da aurícula. V ou F?

V

7

Que factores são responsáveis pela diminuição da inclinação da fase 0?

Factores que podem comprometer o influxo de Na+, como a hipercaliémia e fármacos como a flecainida, por exemplo

Estes factores tendem a prolongar o intervalo QRS

8

Os factores que prolongam a fase 2 provocam um aumento do intervalo ____.

Do intervalo QT

9

Factores que prolongam a fase 2

- Amiodarona
- Hipocalcémia

10

Factores que encurtam a repolarização ventricular abreviam segmento ____.

Segmento ST

11

Factores que podem provocar encurtamento da repolarização ventricular?

- Digitálicos
- Hipercalcémia

12

Qual é a velocidade normal do papel do ECG?

25 mm/S

13

O intervalo PR normal tem a duração de _____ ms.

120-200 ms

14

O intervalo QRS normalmente tem a duração de _____ ms ou menos.

100-110ms ou menos

15

O intervalo QT corrigido normal é inferior a ____ segundos.

0.44s

16

Como é que é feito o cálculo do intervalo QT corrigido?

QT/√RR

17

As 6 derivações dos membros fazem a medição dos diferenciais de potencial no plano __________ e as 6 derivações torácicas fazem a medição dos diferenciais de potencial no plano ______________

As 6 derivações dos membros fazem a medição dos diferenciais de potencial no plano FRONTAL e as 6 derivações torácicas fazem a medição dos diferenciais de potencial no plano HORIZONTAL

18

Como é o vector de despolarização normal da onda P?

Orientado para baixo e para esquerda.

A propagação da despolarização é feita a partir do nó-SA p/ AD e, depois, p/ AE

19

A onda P normal é positiva em ____ e negativa em _____

A onda P normal é positiva em DII e negativa em aVR

20

V ou F

Onda P normal pode ser bifásica em V1

V

21

O processo de despolarização normal do ventrículo pode ser dividido em 2 segmentos sequenciais. Como são os seus vectores?

- Vector 1 : Despolarização do septo interventricular, da ESQUERDA PARA A DIREITA E ANTERIORMENTE

- Vector 2 : Despolarização simultânea dos VD e VE (normalmente dominado pelo VE mais maciço), para a ESQUERDA E POSTERIORMENTE

22

A utilização de derivações pré-cordiais direitas pode-se revelar útil para detectar isquemia do ___.

Isquémia do VD

23

V ou F

Derivações posteriores adicionais são, por vezes, colocadas no mesmo plano horizontal que V4

V

Auxilia na detecção de EAM postero-lateral

24

V ou F

Ativação auricular a partir de um pacemaker ectópico na porção inferior da aurícula ou na junção AV pode produzir ondas P retrógradas

V

Estas ondas P serão negativas em DII e positivas em aVR

25

Qual é o eixo eléctrico do complexo QRS normal anda entre ___º a ___º.

-30º a +100º

26

Causas de desvio do eixo do QRS para a esquerda?

1. Variante normal
2. HVE
3. Hemibloqueio ou bloqueio do fascículo anterior esquerdo
4. Enfarte miocárdico inferior

27

Causas de desvio do eixo do QRS para a direita?

1. Variante normal (++ crianças e adultos jovens)
2. Achado espúrio por troca dos elétrodos dos braços dto e esq 3. Sobrecarga VD (aguda ou crónica)
4. Enfarte parede lateral VE
5. Dextrocardia
6. Pneumotórax esquerdo
7. Bloqueio fascículo posterior esquerdo

28

O aumento anormal da amplitude da onda U é mais frequentemente devido a:

– Fármacos (dofetilide, amiodarona, sotalol, quinidina)
– Hipocaliémia

29

Ondas U muito proeminentes são um marcador de suscetibilidade aumentada a que patologia?

Torsade de pointes

30

V ou F

Inversão da onda U nas derivações precordiais é normal

F

Inversão da onda U nas derivações precordiais é ANORMAL, e pode pode ser um sinal subtil de isquémia.