277 - Arritmias Ventriculares Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 277 - Arritmias Ventriculares > Flashcards

Flashcards in 277 - Arritmias Ventriculares Deck (214)
Loading flashcards...
61

Tx na TV monomórfica sustentada com Instabilidade hemodinâmica

Cardioversão elétrica síncrona com QRS (após sedação se o doente consciente)

62

Tx na TV monomórfica sustentada sem Instabilidade hemodinâmica

- Adenosina - pode clarificar uma taquicardia supraventricular com aberrância
- Amiodorona i.v. - tratamento de escolha se doença cardíaca presente

63

Caso a TV recorra de forma frequente ou incessante, qual deverá ser a terapêutica?

Administração de anntiarrítmicos ou ablação percutânea

64

O EAM é uma causa ______ (comum/rara) de TV monomórfica sustentada, e elevações de troponina e CK-MB são mais provavelmente provocadas por dano miocárdico _________________ (primário/secundário) a hipotensão e isquemia pela TV

O EAM é uma causa RARA de TV monomórfica sustentada, e elevações de troponina e CK-MB são mais provavelmente provocadas por dano miocárdico SECUNDÁRIO a hipotensão e isquemia pela TV

65

Qual deverá ser a conduta num doente com TV e doença estrutural cardíaca?

Colocação de CDI

66

Os doentes com TV monomórfica sustentada associada a DAC normalmente têm história de _____ extenso.

EAM extenso

67

V ou F

Mesmo quando há uma evidência laboratorial de EAM agudo (com biomarcadores de necrose), uma cicatriz miocárdica de EAM prévio
deve ser considerada como causa de TV

V

68

Cicatrizes de enfarte proporcionam um substrato duradouro para a TV monomórfica sustentada, e cerca de ___% dos doentes têm recidiva da arritmia em __ anos

Cicatrizes de enfarte proporcionam um substrato duradouro para a TV monomórfica sustentada, e cerca de 70% dos doentes têm recidiva da arritmia em 2 anos

69

V ou F

A revascularização coronária não pode ser antecipada como forma de prevenção de TV recorrente

V

70

Na TV monomórfica sustentada associada a DAC, a função ventricular costuma encontrar-se _________ (aumentada/diminuida).

Diminuída

Esta situação é um factor de risco para MS

71

V ou F

O CDI é recomendado para a maioria dos doentes prevendo que existe uma expectativa de sobrevivência razoável com uma capacidade funcional aceitável no ano seguinte após recuperação da TV

V

72

Os CDIs ____________ (reduzem/aumentam) a mortalidade anual e _____________ (diminuem/aumentam) as mortes por arritmia em ___% nos doentes com TV sustentada hemodinamicamente significativa ou história de paragem cardíaca quando em comparação com a terapêutica farmacológica

Os CDIs REDUZEM a mortalidade anual e DIMINUEM as mortes por arritmia em 50% nos doentes com TV sustentada hemodinamicamente significativa ou história de PARAGEM CARDÍACA quando em comparação com a terapêutica farmacológica

73

Qual é a terapêutica farmacológica crónica para os doentes com TV sustentada associada a DAC nos quais o CDI não se encontra indicado?

Amiodarona

74

Mesmo após a implantação de CDI, os doentes continuam em risco de insuficiência cardíaca, eventos isquémicos recorrentes, e TV recorrente, sendo a taxa de mortalidade a 5 anos superior a __%.

30%

75

Qual é o mecanismo normalmente responsável pela TV monomórfica sustentada associada a CM não isquémica?

Reentrada relacionada com cicatrização

76

Onde costumam localizar-se as cicatrizes responsáveis pela TV monomórfica sustentada na CM não isquémica?

Localização intramural ou epicárdica, como o demonstra a RMI cardíaca com gadolínio e normalmente estão adjacentes a um anel valvular, podendo ocorrer em qualquer ventrículo

77

Quais são as cardiomiopatias particularmente associadas ao desenvolvimento de TV monomórfica?

Sarcoidose cardíaca e a doença de Chagas

78

Tx indicada na TV monomórfica associada a CM não isquémica

CDI + fármacos ou ablação para controlo da TV recorrente

79

V ou F

A Cardiomiopatia Arritmogénica do VD (CAVD) é uma doença genética comum

F

A CAVD é uma doença genética RARA

80

A CADV é normalmente provocada por mutações nos genes que codificam ________ desmossómicas.

Proteínas desmossómicas

81

Uma forma menos comum de CAVD está normalmente associada a síndromes ____________________, como a doença de Naxos e Sindrome de Carvajal, e tem uma hereditariedade autossómica ______________ (dominante/recessiva)

Uma forma menos comum de CAVD está normalmente associada a síndromes CARDIOCUTÂNEOS, como a doença de Naxos e Sindrome de Carvajal, e tem uma hereditariedade autossómica RECESSIVA

82

Em que idade surge a CAVD?

Entre a segunda e quinta década de vida

83

A fibrose e substituição fibro-adiposa mais comummente envolvendo o miocárdio ventricular __________ (direito/esquerdo) e fornece o substrato para TV por reentrada na CAVD

A fibrose e substituição fibro-adiposa mais comummente envolvendo o miocárdio ventricular DIREITO e fornece o substrato para TV por reentrada na CAVD

84

V ou F

O ritmo sinusal no ECG sugere a CAVD em mais de 85% dos doentes

V

É feito pela inversão na onda T em V1 a V3

85

A activação atrasada no VD na CAVD pode causar um QRS ______________ (estreito/alargado) nas derivações pré-cordiais __________ (esquerdas/direitas), uma onda S prolongada nessas mesmas derivações e uma deflação no final do QRS conhecida como onda _____________ (gama/epsilon).

A activação atrasada no VD na CAVD pode causar um QRS ALARGADO nas derivações pré-cordiais DIREITAS, uma onda S prolongada nessas mesmas derivações e uma deflação no final do QRS conhecida como onda ÉPSILON

86

DDx da CAVD precoce

TV idiopática do tracto de saída do VD

87

V ou F

Nos doentes com CAVD, a IC é rara, excepto em estadios tardios e pode ser alcançada uma sobrevida tardia com o controlo adequado da TV.

V

88

V ou F

A colocação de CDI na CAVD é recomendada

V

89

Que terapêutica tem sido utilizada para evitar a recorrência de TV monomórfica nos doentes com CAVD?

Sotalol, amiodorona e ablação percutânea

90

A TV monomórfica sustentada após reparação de tetralogia de Fallot ocorre em __-__% dos doentes

A TV monomórfica sustentada após reparação de tetralogia de Fallot ocorre em 3-14% dos doentes