279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico > Flashcards

Flashcards in 279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico Deck (117)
Loading flashcards...
31

Qual o exame goldstandard para avaliar a massa e volumes do VE?

Ressonância magnética.

32

V ou F

Um adulto de 40 anos dos EUA ou Europa tem, à data, um risco de desenvolver IC ao longo da vida de 20%

V

33

A infecção viral prévia ou exposição a ________ também pode levar a cardiomiopatia dilatada

A infecção viral prévia ou exposição a TOXINAS (álcool, QT) também pode levar a cardiomiopatia dilatada

34

Têm-se tornado cada vez mais óbvio que um grande número de cardiomiopatias dilatadas são secundárias a defeitos genéticos específicos, mais notavelmente ao nível __________ (membrana/citoesqueleto).

Citoesqueleto

35

A maior parte das carmiopatias dilatadas familiares é herdada de forma autossómica ________.

Autossómica dominante

36

Patologias que levam a um DC aumentado são ______________ (frequentemente/raramente) responsáveis pelo desenvolvimento de IC num coração normal.

Patologias que levam a um DC aumentado são RARAMENTE responsáveis pelo desenvolvimento de IC num coração normal.

São possíveis desencadeantes de IC franca se existir cardiopatia estrutural subjacente

37

Algumas distrofias musculares têm sido associadas a IC, nomeadamente 3. Quais?

- Das cinturas (limb-girdle)
- Becker
- Duchenne

38

A doença cardíaca reumática é uma causa major de IC na África e Ásia, particularmente nos jovens ou idosos?

Jovens

39

A doença de Chagas é uma causa major de IC em que região?

América do Sul

40

V ou F

O status funcional é um importante preditor do outcome do doente com IC

V

41

Os doentes com IC com sintomas em repouso (Classe IV) têm uma mortalidade anual de __-__%, enquanto os doentes com sintomas com actividade moderada (Classe II) têm uma mortalidade anual de __-__%

Os doentes com IC com sintomas em repouso (Classe IV) têm uma mortalidade anual de 30-70%, enquanto os doentes com sintomas com actividade moderada (Classe II) têm uma mortalidade anual de 5-10%

42

Que factores parecem estar envolvidos no remodelling ventricular?

1. Hipertrofia dos miócitos

2. Alterações nas propriedades contrácteis dos miócitos

3. Perda progressiva de miócitos por necrose, apoptose e autofagia

4. Dessensibilização β-adrenérgica

5. Alterações do metabolismo energético do miocárdio

6. Reorganização da matriz extracelular tornando-se incapaz de fornecer suporte estrutural aos miócitos

43

Quais são os estímulos biológicos que levam à série de mudanças e fenómenos que surgem no remodelling ventricular?

1. Estiramento mecânico dos miócitos
2. Neurohormonas, angiotensina II
3. Citocinas inflamatórias
4. Factores de crescimento
5. Espécies reactivas de oxigénio

Sobre-expressão mantida destas moléculas leva a efeitos deletérios cardíacos e vasculares e contribuem para a progressão da IC

44

Que alterações ao nível do coupling excitação contração podemos encontrar na IC?

• ↓ função da SERCA2A → ↓ captação de cálcio pelo retículo sarcoplasmático (RS)
• Hiperfosforilação do receptor rianodina → ↑ saída de cálcio do RS

45

Que alterações ao nível das pontes cruzadas podemos encontrar na IC?

• ↓ expressão da cadeia pesada α-miosina
• ↑ expressão da cadeia pesada β-miosina
• Miocitólise
• Disrupção das ligações do citoesqueleto (entre os sarcómeros e a matriz extracelular)

46

V ou F

O relaxamento miocárdico é um processo dependente de ATP

V

Regulado pelo uptake de cálcio para o retículo sarcoplasmático (SERCA2A) e extrusão de cálcio através das bombas do sarcolema

47

A pressão de enchimento telediastólico do VE elevada resulta no aumento da pressão capilar pulmonar, o que pode contribuir para a dispneia dos doentes com disfunção sistólica. V ou F?

Falso.

Dispneia dos doentes com disfunção diastólica

48

O remodelling ventricular esquerdo contribui de forma ______________ (dependente/independente) para a progressão da IC

O remodelling ventricular esquerdo contribui de forma INDEPENDENTMENTE para a progressão da IC

49

Existe um adelgaçamento da parede ventricular a partir do momento em que o VE começa a ________ (contrair/dilatar).

dilatar

50

A dilatação do VE leva a um afastamento dos músculos _____________, com incompetência resultante do aparelho da válvula mitral e regurgitação ____ funcional, o que aumenta a sobrecarga hemodinâmica do ventrículo _______.

papilares; mitral; esquerdo

51

Quais são os sintomas cardinais da IC?

Fadiga e dispneia

52

V ou F

Acredita-se que a fadiga não se deva apenas pelo baixo output, mas também por anormalidades do músculo esquelético e outras comorbilidades não cardíacas

V

53

Qual é o mecanismo mais importante para o desenvolvimento da dispneia?

Congestão pulmonar é o mecanismo + importante. A acumulação de fluido intersticial e intra-alveolar estimula os receptores J justacapilares → respiração rápida e superficial característica da dispneia cardíaca

54

V ou F

A dispneia pode tornar-se mais frequente com o surgimento de Insuficiência do VD e Insuficiência Tricúspide

F

A dispneia pode tornar-se MENOS frequente com o surgimento de Insuficiência do VD e Insuficiência Tricúspide

55

A ortopneia é uma manifestação ______ (precoce/tardia) da IC quando comparada com a dispneia de esforço

A ortopneia é uma manifestação TARDIA da IC quando comparada com a dispneia de esforço

56

Apesar de a ortopneia ser um sintoma relativamente ESPECÍFICO para a IC que outros doentes pode ocorrer?

1. Obesidade abdominal
2. Ascite
3. Doença pulmonar cuja mecânica favoreça a postura erecta

57

A DPN ocorre normalmente __-__h após o doente se ter deitado

A DPN ocorre normalmente 1-3h após o doente se ter deitado

58

V ou F

A DPN frequentemente continua a manifestar-se como tosse persistente e sibilos mesmo após o doente ter assumido o ortostatismo

V

59

V ou F

A noctúria é um sintoma incomum da IC

F

A noctúria é um sintoma COMUM da IC, podendo contribuir para a insónia

60

Como costuma ser a PA na IC avançada?

Diminuída pela disfunção VE grave