279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico > Flashcards

Flashcards in 279 - IC: Fisiopatologia e Diagnóstico Deck (117)
Loading flashcards...
61

A pressão de pulso na IC encontra-se _____________ (aumentada/diminuida), o que reflecte um/uma _____________ (aumento/diminuição) do volume sistólico.

A pressão de pulso na IC encontra-se DIMINUÍDA, o que reflecte uma DIMINUIÇÃO do volume sistólico.

62

O arrefecimento/cianose das extremidades verificado na IC deve-se a uma vasoconstrição periférica devido à actividade adrenérgica excessiva. V ou F?

Verdadeiro.

A taquicardia sinusal também pode ocorrer como consequência da actividade adrenérgica excessiva

63

Como deve ser avaliada a pressão venosa jugular?

O doente deve ser avaliado com cabeceira a 45º.
Estima-se a altura da coluna de sangue venoso acima do ângulo esternal em cm e adicionar 5 cm

64

Uma PVJ normal tem menos de __ cm.

8 cm

65

As ondas V gigantes indicam a presença de insuficiência ________.

Insuficiência tricúspide

66

Fervores na auscultação pulmonar, na ausência de doença pulmonar concomitante, são _______________ (especificos/inespecificos) de IC

Fervores na auscultação pulmonar, na ausência de doença pulmonar concomitante, são ESPECÍFICOS de IC

67

Na IC crónica, mesmo com ↑ P enchimento VE, os fervores frequentemente estão _____________ (presentes/ausentes), por causa do ↑ drenagem ___________ (venosa/linfática) do fluído alveolar

Na IC crónica, mesmo com ↑ P enchimento VE, os fervores frequentemente estão AUSENTES, por causa do ↑ drenagem LINFÁTICA do fluído alveolar

68

A que se deve a presença de derrames pleurais na IC?

Elevação da pressão capilar pleural, com resultante transudação do fluido para as cavidades pleurais

69

V ou F

O exame objectivo cardíaco, apesar de essencial, frequentemente não nos providencia com informação útil sobre a gravidade da IC

V

70

A hipertrofia grave do VE leva a um impulso apical _________.

Sustentado

71

Se a cardiomegalia encontra-se presente na IC, o que podemos esperar do impulso apical?

Desviado infero-lateralmente (abaixo do 5ºEIC para fora da linha médio-clavicular) e palpável em dois espaços intercostais

72

Em alguns doentes com IC, o S3 é audível e palpável no ápex. V ou F?

V

73

Quais são os doentes com IC nos quais o S3 é mais provável de se encontrar?

Sobrecargade volume com taquicárdia/taquipneia.

Este sinal indica compromisso hemodinâmico grave

74

V ou F

Os sopros de IT e IM são raros nos doentes com IC avançada

F

Os sopros de IT e IM são FREQUENTES nos doentes com IC avançada

75

Num doente com IT, poderemos verificar uma ____________________ no fígado durante a sístole

Num doente com IT, poderemos verificar uma PULSATIBILIDADE no fígado durante a sístole

76

V ou F

A ascite é um sinal precoce da IC

F

A ascite é um sinal TARDIO da IC

77

A icterícia é um sinal ____________ (precoce/tardio) de IC e resulta da disfunção hepática por congestão e hipóxia hepatocelular e está associada a níveis _______________ (baixos/elevados) de bilirrubina directa e indirecta

A icterícia é um sinal TARDIO de IC e resulta da disfunção hepática por congestão e hipóxia hepatocelular e está associada a níveis ELEVADOS de bilirrubina directa e indirecta

78

V ou F

O edema de longa duração pode levar a endurecimento e hiperpigmentção cutânea

V

79

V ou F

Na IC crónica grave pode haver uma perda de peso grave e caquexia

V

80

Quando a caquexia se encontra presente na IC, o prognóstico é

Mau

81

V ou F

Os sinais sinais e sintomas de IC são sensíveis e específicos da doença

F

Os sinais e sintomas NÃO são sensíveis nem específicos

82

V ou F

Apesar de os doentes com IC aguda terem evidência de HTP, edema intersticial e edema pulmonar na radiografia de tórax, a maioria dos doentes com IC crónica não tem estes achados

V

↑ drenagem linfática na IC crónica

83

Qual é o exame de imagem cardíaca não invasivo mais útil na IC?

Ecocardiograma

84

V ou F

A presença de dilatação AE + hipertrofia do VE, juntamente com anomalias do enchimento diastólico do VE são importantes para o estudo ecocardiográfico da IC com FEj reduzida

F

A presença de dilatação AE + hipertrofia do VE, juntamente com anomalias do enchimento diastólico do VE são importantes para o estudo ecocardiográfico da IC com FEj PRESERVADA

85

V ou F

Em doentes ambulatórios com dispneia, medição BNP/NT-próBNP é útil para ajudar na tomada de decisão clínica no diagnóstico de IC

V

86

V ou F

BNP e NT-próBNP é útil para estabelecer o prognóstico ou gravidade da doença na IC aguda e pode ser útil para atingir doses óptimas da terapia médica em doentes euvolémicos seleccionados

F

BNP e NT-próBNP é útil para estabelecer o prognóstico ou gravidade da doença na IC CRÓNICA e pode ser útil para atingir doses óptimas da terapia médica em doentes euvolémicos seleccionados

87

Que novos biomarcadores podem ser utilizados para determinar o prognóstico de doentes com IC?

ST-2 solúvel e galectina-3

88

Os testes em passadeira e bicicleta não estão recomendados por rotina na IC, mas podem ser úteis em que situação?

Avaliação da necessidade de transplante cardíaco na IC avançada

89

V ou F

A absorção máxima de oxigénio (VO2) inferior a 14mL/Kg/min está associada a prognóstico desfavorável na IC

V

90

Nos doentes com IC com VO2 inferior a 14mL/Kg/min, qual parece ser o tratamento com melhor sobrevida?

Transplante cardíaco