300 - Trombose Venosa Profunda e Tromboembolismo Pulmonar Flashcards Preview

Cardio - 2017 KI > 300 - Trombose Venosa Profunda e Tromboembolismo Pulmonar > Flashcards

Flashcards in 300 - Trombose Venosa Profunda e Tromboembolismo Pulmonar Deck (123)
Loading flashcards...
31

D-Dímeros normais são um teste de exclusão útil. V ou F?

Verdadeiro.

32

Os D-Dímeros não são especificos. Que outras causas podem causar elevação dos mesmos?

1. Enfarte de miocárdio
2. Pneumonia
3. Sépsis
4. Cancro
5. Pós-Operatório
6. 2º e 3º trimestre de gravidez

33

Os D-Dímeros são muito úteis em doentes hospitalizados. V ou F?

Falso.

D-Dímeros RARAMENTE são úteis em doentes hospitalizados, pois estão frequentemente aumentados por doença sistémica.

34

Que achados podem estar presentes no ECG de EP?

- Taquicardia sinusal
- S1Q3T3 (Onda S na derivação I, Onda Q na derivação II, Onda T invertida na derivação III)
- Inversão das ondas T nas derivações V1-V4

35

No ECG de EP, qual o padrão mais citado e qual o padrão mais comum?

- Padrão mais citado: taquicardia sinusal e S1Q3T3.
- Padrão mais comum: inversão das ondas T nas derivações V1-V4.

36

O S1Q3T3 é relativamente sensível, mas inespecífico. V ou F?

Falso.

O S1Q3T3 é relativamente específico, mas insensível.

37

Na realização de ultrassonografia venosa (doppler), qual o critério primário de TVP?

Perda de compressibilidade das veias.

O diagnóstico ainda é mais seguro se visualização directa do trombo: aspecto homogéneo e baixa ecogenecidade.

38

Se o ecodoppler venoso é de má qualidade ou não diagnóstico de TVP, que ECD's devem ser considerados?

TC ou RMN.

39

Na realização de ultrassonografia venosa (doppler), na presença de TVP obstrutiva ou outro processo obstrutivo na pélvis, há perda da variação respiratória normal do fluxo. V ou F?

Verdadeiro.

40

A radiografia de tórax é quase sempre positiva na EP. V ou F?

Falso.

A radiografia de torax é frequentemente normal ou quase normal na EP.

41

Quais são as anormalidades que podem estar presentes na radiografia de tórax na EP?

1. Sinal de Westermark: oligoemia focal;
2. Giba de Hampton: densidade em cunha periférica, acima do diafragma ;
3. Sinal de Palla: aumento da artéria pulmonar descendente direita;

42

Qual é o principal exame de imagem para o diagnóstico de EP?

TC de tórax com contraste EV.

43

O aumento do ventrículo direito na TC indica MAIOR probabilidade de morte nos ___ dias seguintes (vs doentes com EP e VD normal).

O aumento do ventrículo direito na TC indica MAIOR probabilidade de morte nos 30 dias seguintes (vs doentes com EP e VD normal).

44

A TC, apesar de ser excelente no diagnóstico de EP não permite diagnosticar TVP. V ou F?

Falso.

TC pode também diagnosticar TVP.

45

A cintigrafia pulmonar é um exame de 1ª linha no diagnóstico de EP. V ou F?

Falso.

É um exame de 2ª linha (usada principalmente em doentes que não toleram contraste IV).

46

Como se define uma cintigrafia pulmonar de alta probabilidade de EP?

Pelo menos 2 defeitos de perfusão segmentar + ventilação NORMAL.

47

Uma cintigrafia pulmonar de alta probabilidade tem uma especificidade de ___% e uma sensibilidade inferior a ___%.

Uma cintigrafia pulmonar de alta probabilidade tem uma especificidade de 90% e uma sensibilidade inferior a 50%.

48

A maioria dos doentes que realizam cintigrafia pulmonar têm cintigrafias não diagnósticas. V ou F?

Verdadeiro.

49

Uma cintigrafia pulmonar normal ou quase normal indica que EP é muito improvável. V ou F?

Verdadeiro. Ou seja, tem elevado VPN.

50

A taxa de falsos negativos na cintigrafia pulmonar é de ___%.

40%.

51

Que exame é realizado caso utrassonografia venosa (doppler) seja equivoca?

Venografia por RMN com gadolíneo. É EXCELENTE no diagnóstico de TVP.

52

A angioRM pulmonar é util para EP segmenar e subsegmentar. V ou F?

Falso.

A angioRM deteta EP grande e proximal, não sendo confiável para EP segmenar e subsegmentar.

53

A ecografia é uma exame não confiável no diagnóstico de EP aguda. V ou F?

Verdadeiro.

Maioria dos doentes com EP tem ecocardiografia NORMAL.

54

Qual o sinal indireto mais conhecido de EP na Eco-TT?

Sinal de McConnell (Hipocinésia da parede livre do VD + movimento normal ou hipercinético do ápice do VD)

55

Em que situações devemos considerar ecocardiograma transesofágico?

- TC não disponível
- Insuficiência renal
- Alergia grave ao contraste

Pode identificar EP da artéria pulmonar direita, esquerda ou na bifurcação.

56

A TC do tórax virtualmente SUBSTITUIU a angiografia pulmonar invasiva como teste de diagnóstico. No entanto este ECD ainda tem algumas indicações. Quais?

- Doentes com TC do tórax tecnicamente insatisfatória
- Doentes que vão ser submetidos a procedimento invasivo (exemplo: trombólise por cateter).

57

O diagnóstico definito de EP quando realizada angiografia pulmonar é dado pela visualização de defeito de preenchimento intraluminal em mais de 1 incidência. V ou F?

Verdadeiro.

58

No tratamento da TVP, a terapia primária (dissolução do coágulo com terapia farmaco-mecânica, geralmente uma dose baixa de trombólise dirigida por cateter) é reservada a que doentes?

Reservada a doentes com TVP extensa femoral, iliofemoral ou da extremidade superior.

59

No tratamento da TVP, em que consiste a prevenção secundária?

- Anticoagulação
- Filtros na VCI
- Meias elásticas de compressão (30-40mmHg durante 2 anos após o episódio de TVP - diminuem gravidade do síndrome pós-trombótico)

60

No tratamento da EP, quais são os doentes com alto risco de resultado adverso?

1. Instabilidade hemodinâmica
2. Disfunção do VD na Eco
3. Alargamento do VD na TC
4. Aumento das troponinas devido a microenfarte do VD