275 - Bradiarritmias: Distúrbios do Nódulo AV Flashcards Preview

Cardio - 2017 > 275 - Bradiarritmias: Distúrbios do Nódulo AV > Flashcards

Flashcards in 275 - Bradiarritmias: Distúrbios do Nódulo AV Deck (73)
Loading flashcards...
1

Quais são algumas características electrofisiológicas do nódulo AV?

- Potencial de repouso mais despolarizado
- Fase 0 mais lenta (Corrente de Ca2+ ao invés de corrente de Na+)
- Fase 4 de despolarização diastólica

2

Qual é a percentagem de jovens adultos que tem um bloqueio transitório do AV?

10% dos jovens adultos, muito provavelmente devido ao elevado tonus vagal

3

A instalação de um ______________ _________________ é a única forma confiável de tratamento para os sintomas resultante do BAV

A instalação de um PACEMAKER PERMANENTE é a única forma confiável de tratamento para os sintomas resultante do BAV

4

O BAV é a causa de implantação de pacemaker permanente de __% de todos os pacemakers implantados nos EUA e ___ -___% na Europa

O BAV é a causa de implantação de pacemaker permanente de 50% de todos os pacemakers implantados nos EUA e 70 - 80% na Europa

5

Ao contrário do nódulo SA, o nódulo AV tem uma localização __________.

Subendocárdica

6

V ou F

O feixe AV encontra-se em estreita proximidade com os orifícios das válvulas aórticas, mitral e tricúspide

V

7

O nódulo AV situa-se no vértice do triângulo de Koch, cujos limites são:

-  Posteriormente: Óstio do seio coronário
-  Anteriormente: Anel septal da válvula tricúspide
- Superiormente: Tendão de Todaro

8

Como é feita a irrigação da porção penetrante do feixe AV?

- A. do nódulo AV e 1ª perfurante septal da A. Coronária descendente anterior esquerda

9

Como é feita a irrigação dos ramos do feixe de His?

- Perfurantes septais da A. Coronária descendente anterior esquerda
- Ramos da coronária descendente posterior

10

O nódulo AV é altamente inervado por que nervos?

Nervos simpáticos pós ganglionares e parassimpáticos

Já os ramos do feixe de His e sistema de condução distal são MINIMAMENTE influenciados pelo tónus autonómico

11

V ou F

O feixe de His e os seus ramos são o local onde há a condução mais rápida do coração

V

12

Propriedades electrofisiológicas do feixe de His

1.  Fase 0 muito rápida
2.  Plateau prolongado (Fase 2)
3.  Automaticidade modesta (fase 4)
4.  ↑gap junctions (+conexina-40)

13

As causas funcionais de BAV (autonómicas, metabólica/endócrinas e farmacológicas) tendem a ser _________ (reversíveis/irreversiveis)

Reversíveis

14

As etiologias de BAV que promovem alterações estruturais, tipicamente __________, em segmentos do eixo de condução AV são geralmente ___________________ (transitórias/permanente).

As etiologias de BAV que promovem alterações estruturais, tipicamente FIBROSE, em segmentos do eixo de condução AV são geralmente PERMANENTES.

15

O tónus vagal exacerbado durante o sono ou em indivíduos bem-condicionados fisicamente pode estar associado a todos os graus de BAV. V ou F?

V

16

A doença de Lyme atinge o coração em até ___% dos casos; ___% desenvolvem BAV, geralmente ______________ (reversível/irreversivel), mas que pode necessitar de pacemaker temporário

A doença de Lyme atinge o coração em até 50% dos casos; 10% desenvolvem BAV, geralmente REVERSÍVEL, mas que pode necessitar de pacemaker temporário

17

V ou F

A doença de Chagas e a sífilis produzem alterações da condução AV mais reversíveis comparativamente com a doença de Lyme

F

A doença de Chagas e a sífilis produzem alterações da condução AV mais PERSISTENTES comparativamente com a doença de Lyme

18

V ou F

Fibrose progressiva idiopática é uma das causas degenerativas mais comuns de BAV

V

19

Que factores podem acelerar a esclerose do esqueleto cardíaco esquerdo?

Aterosclerose, HTA e DM

Esta alteração degenerativa costuma ter início pela 4ª década de vida

20

Formas aceleradas de bloqueio cardíaco familiar progressivo tem sido identificadas em famílias com mutações no gene do canal de sódio cardíaco ________ e noutros loci identificados no Cr __ e ___

Formas aceleradas de bloqueio cardíaco familiar progressivo tem sido identificadas em famílias com mutações no gene do canal de sódio cardíaco SCN5A e noutros loci identificados no Cr 1 e 19

NOTA: na tabela de etiologias de BAV, estas mutações estão associadas aos loci no Cr 3 e 19

21

Tem-se observado BAV congénito em crianças com coração estruturalmente normal, nascidas de mães com que doença?

LES

22

O bloqueio AV congénito pode ser observado em algumas anomalias congénitas cardíacas, como...

- Transposição dos grandes vasos
- Defeitos do septo auricular (tipo ostium primum)
- Defeitos do septo ventricular
- Defeitos do cushing endocárdico
- Defeitos únicos do ventrículo

23

V ou F

O BAV é uma complicação comum da reparação cirúrgica dos defeitos do septo auricular e ventricular

F

O BAV é uma complicação RARA da reparação cirúrgica dos defeitos do septo auricular e ventricular

24

A DAC pode estar associada a BAV ____________ e persistente

A DAC pode estar associada a BAV TRANSITÓRIO e persistente

25

Em que contexto particular é que o espasmo ou isquémia de uma artéria coronária pode levar ao BAV transitório?

Espasmo ou estenose na distribuição da artéria coronária direita

26

No EAM, o BAV transitório surge em ___-___% dos pacientes

No EAM, o BAV transitório surge em 10-25% dos pacientes

Mais comummente na forma de BAV de 1° ou 2° grau

27

BAV ≥2ºgrau tendem a ocorrer com maior frequência nos EAM ______________ (anteriores/inferiores) do que nos _______________ (anteriores/inferiores).

BAV ≥2ºgrau tendem a ocorrer com maior frequência nos EAM INFERIORES do que nos ANTERIORES

28

V ou F

O nível do bloqueio do EAM inferior tende a ser ao nível do nódulo AV, o que dá origem a ritmos de escape instáveis com complexo alargado e em pior prognósVco com mortalidade elevada

F

O nível do bloqueio do EAM inferior tende a ser ao nível do nódulo AV, o que dá origem a ritmos de escape mais estáveis com complexo estreito

29

V ou F

O EAM anterior está associado a bloqueio a um nível mais distal do complexo modal AV, feixe de His ou os seus ramos, resultando em ritmos de escape instáveis com complexo alargado e em pior prognóstico com mortalidade elevada

V

30

O BAV de primeiro grau caracteriza-se por um intervalo PR superior a _____ ms.

200 ms