282 - Doença cardíacas congénitas Flashcards Preview

Cardio - 2017 > 282 - Doença cardíacas congénitas > Flashcards

Flashcards in 282 - Doença cardíacas congénitas Deck (241)
Loading flashcards...
1

Os defeitos congénitos mais comuns são os de origem cardiovascular. V ou F?

Verdadeiro.

2

Aberrações cromossómicas e mutações genéticas únicas são responsáveis por menos de __% de todas as malformações cardíacas.

10%.

3

A doença cardíaca congénita complica __% de todos os nascimentos, mas ocorre mais frequentemente (__-__%) em em filhos de mães com doença cardíaca congénita.

1%; 4-10%.

4

Mais de __% dos doentes com doença cardíaca congénita atinge a vida adulta.

90%. Como tal a população com DCC está firmemente a aumentar.

5

DCC materna não é contraindicação para gravidez, excepto se presentes características de alto risco. V ou F?

Verdadeiro.

Ex: cianose, hipertensão pulmonar, insuficiência cardiaca descompensada, arritmias, aneurismas aórticos, entre outros.

6

Nos EUA existem mais crianças ou adultos com DCC?

Adultos.

7

Todas as reparações de DCC podem deixar resíduos, sequelas ou complicações. V ou F?

Verdadeiro.

8

Na DCC, a cura cirúrgica é comum. V ou F?

Falso.

Na DCC, a cura cirúrgica é RARA.

9

Como se caraterizam os defeitos cardíacos simples, intermédios e complexos, respectivamente?

- Simples: lesões únicas;
- Intermédio: 2 ou mais defeitos simples;
- Complexo: componente intermédio + anatomia cardiovascular complexa (frequentemente com cianose ou complexos de transposição).

10

O ducto arterioso reparado é um defeito cardíaco simples. V ou F?

Verdadeiro.

Enquanto o ducto arterioso patente é um defeito INTERMÉDIO.

11

Quais os defeitos cardíacos simples?

1. Doença valvular aórtica congénita não complicada
2. Doença mitral congénita ligeira, exceto válvula em paraquedas e folheto fendido
3. CIA pequena não complicada
4. CIV pequena não complicada
5. Estenose pulmonar ligeira
6. Ducto arterioso reparado
7. CIV, CIA tipo ostium secundum e CIA tipo sinus venosus reparadas sem resíduo

(Todas as lesões simples são “não complicadas”, “ligeiras” ou “sem resíduo”).

12

Quais os defeitos cardíacos complexos?

1. TODAS as formas de DCC cianótica
2. Síndrome de Eisenmenger
3. Anomalia de Ebstein
4. TODAS as formas de Tetralogia de Fallot (ou atresia pulmonar)
5. Procedimentos de Fontan e Rastelli
6. Transposição das grandes artérias
7. Truncus arteriosus
8. Ventrículo único
(atresia tricúspide ou mitral)
9. Ventrículo com duplo trato de saída

(mnemónica: O Sr. Eisenmenger e o Sr. Ebstein Fogem para ver TV).

13

Verdadeiro ou falso: Cardiopatias congénitas não sintomáticas na infância não têm potencial de se tornar sintomáticas na idade adulta.

Falso.

As alterações anatómicas e fisiológicas não são estáticas.

14

Que percentagem de doentes com cardiopatia congénita atinge a idade adulta?

90%.

15

Verdadeiro ou falso: Atualmente, há uma maior proporção de crianças com doenças cardíacas congénitas (relativamente a adultos).

Falso.

16

A CIA é uma anomalia rara. V ou F?

Falso.

A CIA é uma anomalia COMUM.

17

A CIA ocorre mais em ____ (sexo).

Mulheres.

Todas as cardiopatias congénitas são mais frequentes em homens do que em mulheres, exceto a CIA.

18

A CIA classifica-se em 3 tipos. Quais e qual deles o mais frequente?

- Seio venoso;
- Ostium secundum (+++ frequente);
- Ostium primum.

19

Uma CIA tipo ostium primum está associada a conexão pulmonar anómala do pulmão direito à VCS ou AD. V ou F?

Falso.

Uma CIA tipo SEIO VENOSO está associada a conexão pulmonar anómala do pulmão direito à VCS ou AD.

20

Uma CIA tipo ostium primum está associada a deformidades ou regurgitação valvular. V ou F?

Verdadeiro.

21

A que síndrome está associada a CIA tipo ostium primum?

Síndrome de Down.

22

Os doentes com CIA são geralmente assintomáticos precocemente na vida, embora possam ter restrição de crescimento e risco aumentado de infeções pulmonares. V ou F?

Verdadeiro.

23

Na CIA, por volta de que década se desenvolvem geralmente arritimias, HTP, IC direita?

4ª década.

24

Ao exame fisico, a CIA carateriza-se por impulso proeminente do ventrículo esquerdo e S1 com acentuação do componente mitral. V ou F?

Falso.

A CIA carateriza-se por impulso proeminente do ventrículo DIREITO e S1 com acentuação do componente TRICÚSPIDE.

25

Na CIA é comum a presença de um sopro mesossitólico de ejeção pulmonar (aumento do fluxo) e desdobramento amplo e fixo de S2. V ou F?

Verdadeiro.

26

Na CIA, em que situações está presente um sopro holossistólico apical?

Regurgitação mitral, Regurgitação tricúspide, Defeito do septo ventricular, todas em associação com CIA ostium primum.

27

Na CIA, com o aumento da resistência vascular pulmonar há diminuição do shunt esquerdo-direito. Como tal diminui o sopro de ejeção pulmonar e aumenta o rodado mesodiastólico. V ou F?

Falso.

Diminuem o sopro de ejeção pulmonar e o rodado mesodiastólico.

28

Na CIA, como se encontra o P2 após aumento da resistência vascular pulmonar?

Aumenta da intensidade e funde-se com A2.

29

Em que circunstância a CIA provoca cianose e hipocrastismo?

HTP com consequente shunt direito-esquerdo.

30

Em todos os tipos de CIA podemos ter alargamento ou hipertrofia variáveis das câmaras direitas, dependendo da presença de HTP. V ou F?

Verdadeiro.