Doenças renovasculares Flashcards Preview

(Nefrologia - PNS COPY) > Doenças renovasculares > Flashcards

Flashcards in Doenças renovasculares Deck (47)
Loading flashcards...
1

Excreção urinária de albumina é um marcador de risco cardiovascular?

Sim

2

As taxas de excreção de albumina urinária são/não são preditivas de eventos de doença aterosclerótica sistémica

São

3

Como podemos diminuir o risco cardiovascular em doentes com uma excreção aumentada de albumina urinária?

Tratamento farmacológico, como o uso de estatinas!

4

DRenovascular: redução da pressão de perfusão renal leva a...

1. Activação SRAA (transitória)
2. Diminuição excreção Na
3. Activação adrenérgica

5

DRenovascular: os níveis de actividade da renina indicam de modo confiável a resposta à terapia vascular?

Não, porque variam ao longo do tempo e dependem de outros factores

6

DRenovascular: Índice de Resistência Renal medido pelo Ecodoppler tem valor preditivo para a viabilidade renal?

Sim

7

DRenovascular: velocidade na a. renal acima de (?) indica lesões hemodinamicamente importantes (oclusão >60%)

>200cm/s

8

Renograma com captopril normal exclui HT renovascular?

Sim

Extra: captopril (IECA) -> relaxamento da arteriola eferente (inibe AII) -> se o doente tem a a. renal obstruída -> não consegue dilatar arteriola aferente -> diminuição TFG

9

Em doentes com função normal ou quase normal, renograma normal com captopril exclui a estenose da a. renal funcionalmente significativa?

Sim (a artériola aferente consegue dilatar o suficiente para aumentar a perfusão e manter a TFG)

10

Desvantagens da AngioTC na avaliação das artérias renais

Custo elevado e contraste nefrotóxico

11

Desvantagens da AngioRM na avaliação das artérias renais

Gadolíneo pode causar fibrose sistémica nefrogénica (esp se TFG <30mL/min)

12

Gold-standard para avaliação das artérias renais na suspeita de doença renovascular

Angiografia arterial

13

85% dos doentes com doença macrovascular da artéria renal que são candidatos a revascularização têm DRC estadios

3-5

14

As duas abordagens terapêuticas à doença macrovascular renal

1. Restauração do fluxo renal (tx cirúrgico)

2. Inibição do eixo NH (tx médico)

15

Na doença macrovascular renal a restauração do fluxo renal costuma normalizar a PA?

Raramente (doentes necessitam de terapêutica continuada e com vários anti-hipertensores)

16

Num doente com doença macrovascular renal que fez revascularização é costume haver necessidade de continuar terapêutica anti-hipertensora?

Sim, a cirurgia apenas raramente diminui a PA ao normal

17

Doentes com displasia fibromuscular costumam responder de forma satisfatória à angioplastia?

Sim, são habitualmente mulheres jovens com os restantes vasos normais

18

Tratamento da doença macrovascular renal devido a aterosclerose

Bloqueio NH
Parar de fumar
Estatinas + AAS

19

Doença renovascular: que % das revascularizações têm complicações?

9% (ex: dissecção da a. renal, perfuração da cápsula, hemorragia, doença ateroembólica)

20

Doença ateroembólica é uma complicação comum de revascularização da artéria renal?

Não é comum, mas pode ter consequências catastróficas (agravamento HTA e insuf renal)

21

Doença renovascular: em que % dos casos não há nenhuma alteração após a colocação de stent?

50% -> nada
25% -> recuperação renal

22

Doença renovascular: um doente que já experienciou doença ateroembólica numa revascularização prévia deve ser submetido a nova revascularização?

Não, devemos instituir terapia médica. Doença ateroembólica pode ter consequências catastróficas.

23

Incidência de ateroembolia tem aumentado ou diminuido?

Aumentado

24

Qual a origem dos êmbolos na doença ateroembólica

Cristais de colesterol que se desagregam de placas ateroscleróticas presentes nos microvasos

25

Factores precipitantes de ateroembolia

Angiografia! (++ vasos coronários)
Cirurgia vascular
Trauma
Heparina/trombolíticos

26

Quando é que surgem as manifestações de ateroembolia?

1-14 dias após o evento e podem-se continuar a desenvolver por semanas

27

Em que % dos doentes com ateroembolia vamos ver febre + dor abdominal + perda ponderal?

<50% (+++ comuns são livedo reticular e gangrena das extremidades)

28

Ateroembolia pode causar agravamento da HTA e função renal?

Sim, e se for esse o caso demora muito tempo a recuperar e tem mau prognóstico. Pode precisar de diálise.

29

Estudos analíticos na ateroembolia

SCr +++
VS +++
Eosinofilia em 80%
Hipocomplementemia em 15%

30

Como podemos fazer o dx definitivo de ateroembolia renal?

Biópsia renal: oclusão de microvasos com cristais de colesterol que deixam fendas no vaso